quinta-feira, maio 20, 2010

"VÓS SOIS O SAL DA TERRA[...] VÓS SOIS A LUZ DO MUNDO [...]" S. Mateus,5:12-13

O sal e a luz fazem parte do contexto histórico da humanidade. A comparação estabelecida por Jesus Cristo entre seus discípulos e o sal e a luz só reforçam a importância destes dois componentes para a terra e por extensão, para todos os seres vivos.
O solo desprovido de sais minerais ou com presença em quantidades desproporcionais, praticamente inviabiliza o crescimento da vegetação.
"O solo do cerrado apresenta pH ácido, variando de 4,3 a 6,2. Possui elevado conteúdo de alumínio, baixa disponibilidade de nutrientes, como o fósforo, o cálcio, o magnésio, o potássio, matéria orgânica, zinco, argila, compondo-se de caulinita, goetita ou gibsita." (Ambiente Brasil)

Solos com quantidades elevadas de sais de alumínio ou ferro, como é o caso de boa parte dolo do Distrito Federal, tende a apresentar caráter ácido e neste caso, para o bom desenvolvimento das culturas agrícolas, se faz necessário fazer a correção do pH, bem como a incorporação dos nutrientes deficitários.

Só para lembrar:

Há alguns dias atrás, uma cadela que mora em nossa casa, procriou três filhotes e cumprindo o seu dever de mãe, permaneceu firme na sua tarefa de amamentação. Certo dia o meu filho reclamou:

_ Pai, a Lisbela está andando e caindo!

Ao ser levada para consulta junto ao médico veterinário veio o diagnóstico: deficiência de cálcio.

Ocorre que íons cálcio contribuem bom funcionamento dos sistema muscular (siga o link). O que faz de certos sais minerais contendo cálcio, substâncias fundamentais para a Lisbela e para nós, é claro!

Questão para debate:

1- Quais são os principais sais minerais que regulam o bom  funcionamento do nosso corpo?
2- Quais as implicações da deficiência dessas substâncias?
3- Quais alimentos se constituem em fonte de reposição desses sais minerais?

4- O produto da neutralização de um ácido por uma base de Arrhenius é sal e água. Comente sobre a importância da manutenção do equilíbrio ácido-base para o bom funcionamento do aparelho digestório.

32 comentários:

  1. Além do cálcio que já foi citado,o nosso corpo necessita de diversos sais,tal como o ferro,magnésio,zinco,potássio,iodo.Porém julgo necessário ressaltar a importancia do ferro em nosso organismo.
    Presente no feijão,nas carnes bovina,suína e de frango,em ovos e legumes,o ferro é um componente fundamental da hemoglobina e de algumas enzimas do sistema respiratório. A deficiência deste mineral resulta em anemia.
    E mais,um suco de laranja sempre cai bem,pois a vitamina C ajuda na maior absorção do ferro.

    ResponderExcluir
  2. Cálcio (Ca) - pode ser encontrado em leite e derivados, couve, espinafre e brócolis.
    Fósforo (P) - é encontrado em carnes, ovos, cereais, etc.
    Potássio (K) – mineral encontrado na banana, melão, batata, ervilha, tomate, frutas cítricas, etc.
    Enxofre (S) – em carnes, peixes, ovos, feijão, repolho, brócolis, cebola, alho, germe de trigo, etc.
    Sódio (Na) – é encontrado no sal de cozinha, algas marinhas, etc.
    Magnésio (Mg) – encontrado em verduras, maçã, figo, nozes, etc.
    Ferro (Fe) – encontrado em carnes em geral, fígado, gema de ovo, aveia, feijão, aspargos, etc.
    Cobre (Cu) – encontrado em fígado, trigo integral, ervilhas, amendoim, nozes, etc.
    Zinco (Zn) – carnes em geral, ovos, peixes, germe de trigo, castanha do Pará, ervilha, etc.
    Selênio (Se) – tomate, milho e outros cereais.
    Cromo (Cr) – carnes, mariscos, cereais, etc.
    Estas substâncias inorgânicas possuem funções muito importantes no corpo e a falta delas pode gerar desequilíbrios na saúde. O alumínio e o boro, estão presente n corpo sem nenhuma fução.

    Jackciane Araújo Costa
    2° g

    ResponderExcluir
  3. Os minerais possuem um papel bastante importante em nosso organismo, pois é através de sua ação que as reações enzimáticas são reguladas.Os principais sais minerais são :Cálcio
    Fósforo
    Potássio
    Enxofre
    Sódio
    Magnésio
    Ferro
    Cobre
    Zinco
    Selênio
    Cromo
    Fernanda Cristina 2°" D "

    ResponderExcluir
  4. Mas o que quer dizer ácido?
    Quando uma pessoa fala que uma laranja é ácida e uma banana não é, ela está se baseando no sabor. Geralmente, as substâncias ácidas são azedas, amargas. O termo ácido deriva do latim acidu e significa azedo.

    E base, o que é?
    Bases são substâncias, geralmente, escorregadias (quando molhadas ou em solução aquosa) e adstringentes, também chamadas de álcalis.
    Uma reação ácido-base é uma reação química que ocorre entre um ácido e uma base. Diversos conceitos existem os quais provêem definições alternativas para os mecanismos de reação envolvidos e sua aplicação e suas aplicação em resolver problemas relacionados.

    Apesar de diversas similaridades nas definições, sua importância torna-se aparente como métodos de análise diferentes quando aplicadas às reações da ácido-base para espécies gasosas ou líquidas, ou quando o caráter do ácido ou da base puder ser um tanto mais ou menos aparente.
    Quando se adiciona ácido à água, mesmo em pequenas quantidades, o pH da solução se altera rapidamente. O mesmo fenômeno ocorre com a adição de bases. Pequenas quantidades de ácido ou de base podem produzir grandes alterações do pH da água.
    Se adicionarmos ácido ou base ao plasma sanguíneo, veremos que há necessidade de uma quantidade muito maior de um ou de outro, até que se produzam alterações do pH. Isto significa que o plasma dispõe de mecanismos de defesa contra variações bruscas ou significativas do pH. O balanço entre os ácidos e as bases no organismo se caracteriza pela busca permanente do equilíbrio.
    Patricia Êmile 2G

    ResponderExcluir
  5. A azia é uma sensação quase tão universal quanto a dor de dente. A queimação constante, porém, tem causas que merecem ser investigadas, pois podem esconder problemas graves. Nem sempre a comida ou a bebida são as responsáveis pelo incômodo provocado pelo abrasamento, aquela queimação que pode tomar conta do tubo digestivo e subir até alcançar a altura da garganta em ondas sucessivas.
    Muitas das causas benignas das queimações podem ser diagnosticadas e tratadas com sucesso com o uso de novos remédios.Tem alguns tipos de distúrbio são capazes de provocar sintomas que se distinguem ligeiramente.
    Na primeira categoria, estão os casos de dispepsia funcional, ou seja, aqueles decorrentes da dificuldade de digerir o alimento, que incluem a azia.
    Numa segunda categoria, encontram-se os casos de gastrite, uma inflamação na mucosa do estômago, o tecido que reveste o órgão. A gastrite aguda tem um ciclo de vida determinado e pode ser desencadeada pela ingestão de substâncias como bebidas alcoólicas ou pelo uso de remédios, especialmente os antiinflamatórios. Já a gastrite crônica dura um tempo prolongado e pode ser causada pela presença da bactéria Helicobacter pylori no estômago. As úlceras do estômago e do duodeno podem ser ocasionadas pela mesma bactéria e provocar os mesmos incômodos que a gastrite.
    É a mais interessante para a medicina por ser a que provoca ardência mais forte e cujo tratamento, uma vez descoberta a causa, é relativamente simples e sem efeitos colaterais sérios. Nela está o chamado "refluxo gastresofágico".
    Patricia Êmile 2G

    ResponderExcluir
  6. O desenvolvimento da consciência e da “auto-gestão” do equilíbrio ácido-básico é a solução para inúmeros problemas de saúde. Mascarar sintomas com a ingestão de remédios que, como diz seu nome, são feitos para remediar situações, reflete o grau de consciência em que o mundo moderno encontra-se submergido.

    A saúde de um organismo, como já era de bom senso desde os tempos de Hipócrates, depende da higiene alimentar, pois é nos intestinos que a grande maioria das doenças florescem. Entretanto, devido à baixa qualidade dos alimentos atuais e à vida muito estressante (leia-se acidificante) que todos levamos, uma alimentação com a maior percentagem sendo composta de frutas e verduras da mais alta qualidade e a suplementação com alimentos funcionais bio-fito-minerálicos com grande potencial alcalinizante, não pode mais ser negligenciada nem classificada como supérflua, sobretudo quando sabemos que a acidificação do organismo extrapola a saúde física e atingem as esferas do bem-estar emocional e da sanidade mental.

    A consciência do impacto que a higiene alimentar exerce sobre o metabolismo ácido-basico do corpo físico, e de seu reflexo sobre as reações emocionais, também serve de grande ajuda para a redução no consumo de remédios, os quais criam dejetos ácidos no organismo.

    Jéssica Mateus.
    2°"G"

    ResponderExcluir
  7. Sais minerais são elementos de fundamental importância para nossa saúde.As plantas obtêm sais minerais por meio de suas raízes diretamente do solo, e a maioria dos minerais da dieta são obtidos a partir das plantas ou indiretamente a partir de fontes animais.
    Os principais sais minerais que fazem parte do metabolismo são: cálcio, cloro, cobre cromo, flúor, iodo, ferro, magnésio, manganês, molibdênio, fósforo, potássio, selênio, sódio e zinco.

    s minerais são os componentes inorgânicos da alimentação, quer dizer, aqueles que se encontram na natureza sem fazer parte dos seres vivos. Desempenham um papel importantíssimo no organismo, sendo necessários para a elaboração dos tecidos, sínteses de hormonas e na maior parte das reações químicas onde intervêm as enzimas.

    ResponderExcluir
  8. 4- O produto da neutralização de um ácido por uma base de Arrhenius é sal e água. Comente sobre a importância da manutenção do equilíbrio ácido-base para o bom funcionamento do aparelho digestório.
    A função normal das células do organismo depende de uma série de processos bioquímicos e enzimáticos do metabolismo celular. Diversos fatores devem ser mantidos dentro de estreitos limites, para preservar a função celular, como a osmolaridade, os eletrólitos, os nutrientes, a temperatura, o oxigênio, o dióxido de carbono e o íon hidrogênio.
    Um dos fatores mais importantes para o metabolismo celular é a quantidade de hidrogênio livre existente dentro e fora das células. As variações da concentração do hidrogênio podem produzir grandes alterações na velocidade das reações químicas celulares.
    O metabolismo é o conjunto das transformações de matéria e energia que ocorrem nos sistemas biológicos. Como resultado do metabolismo, as células preservam a capacidade de reproduzir, crescer, contrair, secretar e absorver. As transformações da matéria são produto das reações químicas que ocorrem no organismo e se acompanham da produção ou consumo de energia. Existem quatro grandes formas de energia nos organismos vivos: as energias química, mecânica, elétrica e térmica. A energia química pode ser transformada em energia mecânica, elétrica e térmica; entretanto, essas transformações são irreversíveis. Isto significa que as energias mecânica, elétrica ou térmica não podem ser transformadas em energia química. Portanto, a energia química resultante do metabolismo é a única fonte da energia utilizada pelo organismo, para a manutenção da vida e para as suas diversas atividades.
    Funcionamento do organismo, tais como:

    Aumento da resistência vascular pulmonar;
    Redução da resistência vascular sistêmica;
    Alterações da atividade elétrica do miocárdio;
    Alterações da contratilidade do miocárdio;
    Alterações da atividade elétrica do sistema nervoso central;
    Alterações da afinidade da hemoglobina pelo oxigênio;
    Modificação da resposta a certos agentes químicos, endógenos e exógenos, como por exemplo, hormônios e drogas vasoativas.

    ResponderExcluir
  9. Os minerais são elementos de formação do corpo que, embora existam em quantidade relativamente pequena, são vitais para o correto funcionamento celular.
    Cálcio: No organismo humano há mais cálcio do que qualquer outro mineral. Quase todo o cálcio do organismo (por volta de 1 kg e meio) se encontra nos dentes e nos ossos. Vinte por cento do cálcio nos ossos de uma pessoa adulta é reabsorvido e substituído todos os anos. O cálcio mantém dentes e ossos fortes, combatendo o raquitismo, a osteomalcia e a osteoporose. Mantém os batimentos regulares do coração, além de ajudar no sistema nervoso, transmitindo impulsos. Pode ser encontrado no leite e laticínios, todos os tipos de queijo, soja, sardinha, salmão, amendoim, sementes de girassol, nozes, feijão e verduras.

    Fósforo: O fósforo está presente em cada célula do corpo. É necessário para uma boa formação óssea e dentária. Este mineral é importante para a regularidade do coração e essencial para o funcionamento dos rins. A dose diária recomendada para adultos é de 800 a 1200 mg, sendo que gestantes e lactantes devem ingerir níveis maiores de fósforo. Ajuda no crescimento, aumenta a energia e o vigor, auxiliando no metabolismo de gorduras e amidos. Alivia a dor da artrite. Pode ser encontrado no peixe, carne, galinha, cereais integrais, ovos, nozes e sementes.

    Magnésio: Conhecido como o mineral anti-stress, já que combate a tensão nervosa, o magnésio é indispensável para o bom funcionamento dos nervos e músculos. Alcoolistas, geralmente, têm deficiência de magnésio. A dosagem recomendada para adultos é de 300 a 450 mg ao dia, sendo que grávidas e mulheres que amamentam precisam de um pouco mais. O corpo humano contém 21g de magnésio. Ajuda no combate à depressão. Promove a saúde do sistema cardiovascular e ajuda na prevenção de infartos. Mantém os dentes saudáveis. Evita a formação de pedra nos rins e na vesícula. Alivia a indigestão. Pode ser encontrado no limão, figo, amêndoa, nozes, sementes, milho amarelo, verduras e maçã.

    Flúor: É parte do composto sintético fluoreto de sódio (que é adicionado à água potável) e do fluoreto de cálcio. Reduz a cárie dentária, além de fortalecer os ossos. Água fluorada, frutos do mar e gelatina.

    Ferro: É essencial para a vida, responsável pela formação da hemoglobina, da mioglobina e de certas enzimas. Apenas 8% do ferro ingerido são absorvidos e entram na corrente sangüínea. A dose diária recomendada é de 10 a 18mg para adultos e de 30 a 60mg para gestantes ou lactantes. Café ou chá em grandes quantidades inibem a absorção de ferro. O ferro ajuda no crescimento, promove a resistência às doenças, evita a fadiga, a anemia e garante uma boa tonalidade à pele. Pode ser encontrado no fígado de porco, rim, coração e fígado de boi, fécula de batata, mariscos crus, pêssego seco, carne mal passada, ostra, gema de ovo, nozes, aspargo, feijão, aveia e melado.

    Carla H. dos Santos
    3° F n°: 04

    ResponderExcluir
  10. Bem acho que pelo fato de muitos alimentos indutrializados serem feitos por vários tipos de ácidos , isso pode causar várias infecsões em nosso organismo principalmente no estômago,
    porque eles não possuem o nurientes nessessário para o nosso organismo. É um desses fatores que causa a queimação estomacal.

    ResponderExcluir
  11. Sim, esses pode ser umas das causas da queimação estomacal.Desenvolve-se através do consumo de alimentos que são ricos em condimentos, frituras, gorduras, alimentos ingeridos de forma imprópria. Como comidas muito pesadas à noite, tipo feijão, farinha, muita água durante as refeições. Lembre-se que você deve ingerir bastante líquido no intervalo das refeições e não durante a alimentação para não agredir o estômago. Esses alimentos contém muitos ácidos-bases e muitos são industrializados no que pode causar também uma inflamação no estômago.
    Jeysa Zaira nº:22 2ºH.

    ResponderExcluir
  12. jessica lopes 2ºD Nº:23

    O organismo utiliza três mecanismos para controlar o equilíbrio ácido-base do sangue. Em primeiro lugar, o excesso de ácido é excretado pelos rins, principalmente sob a forma de amónia. Os rins possuem uma certa capacidade de alterar a quantidade de ácido ou de base que é excretada, mas, geralmente, esse processo demora vários dias. Em segundo lugar, o corpo utiliza soluções tampão1 do sangue para se defender contra alterações súbitas da acidez. O tampão mais importante do sangue utiliza o bicarbonato (um composto básico) que se encontra em equilíbrio com o dióxido de carbono (um composto ácido). À medida que mais ácido ingressa na corrente sanguínea, mais bicarbonato e menos dióxido de carbono são produzidos.

    À medida que mais base entra na corrente sanguínea, mais dióxido de carbono e menos bicarbonato são produzidos. Em ambos os casos, o efeito sobre o pH é minimizado. O terceiro mecanismo de controlo do pH do sangue envolve a excreção do dióxido de carbono. O dióxido de carbono é um subproduto importante do metabolismo do oxigénio e, consequentemente, é produzido constantemente pelas células. O sangue transporta o dióxido de carbono até os pulmões, onde é expirado. Os centros de controlo respiratório localizados no cérebro regulam a quantidade de dióxido de carbono que é expirado através do controle da velocidade e profundidade da respiração.

    ResponderExcluir
  13. Diferentemente dos carboidratos, lipídios e proteínas, os sais minerais são substâncias inorgânicas, ou seja, não podem ser produzidos por seres vivos.

    Sua maior parte está concentrada nos ossos. Entre os mais conhecidos estão o cálcio, o fósforo, o potássio, o enxofre, o sódio, o magnésio, o ferro, o cobre, o zinco, o selênio, o cromo, etc.

    Estas substâncias inorgânicas possuem funções muito importantes no corpo e a falta delas pode gerar desequilíbrios na saúde. Contudo, há alguns minerais como, por exemplo, o alumínio e o boro, que podem estar presentes no corpo sem nenhuma função.

    Como o corpo não é capaz de produzir minerais, eles devem ser ingeridos através de uma alimentação que forneça quantidades adequadas destas substâncias. Caso haja excesso, este será eliminado através das fezes e da urina

    ResponderExcluir
  14. Os sais minerais mais importantes pro nosso corpo são: Cálcio
    Fósforo
    Magnésio
    Zinco
    Potássio
    Sódio
    Flúor...
    É necessário ingerir cálcio e fósforo em quantidades suficientes para a constituição do esqueleto e dos dentes. Outros minerais, como o iodo e o flúor, apesar de serem necessários apenas em pequenas quantidades, previnem o aparecimento de doenças como a cárie dentária e o bócio. Uma alimentação pobre em ferro provoca anemia (falta de glóbulos vermelhos no sangue). O excesso de sódio, provocado pela ingestão exagerada de sal, aumenta o risco de doenças cardiovasculares e é um dos responsáveis pela hipertensão.
    outros minerais como boro, cromo, cloreto, cobre, manganês, molibdênio, selênio, silício, enxofre e vanádio são necessários para a saúde em quantidades extremamente reduzidas. Uma dieta normal provê as quantidades necessárias destes elementos.
    Por:http://pt.wikipedia.org/wiki/Sais_minerais
    Nº:42/3ºA

    ResponderExcluir
  15. Ao longo do aparelho digestivo, existem glândulas que produzem substâncias químicas fortes: ácidos, bases e enzimas -os catalisadores naturais do nosso organismo. Estas substâncias atacam os alimentos, para serem reagidos, ocorrendo a diminuição do seu tamanho. Deste modo, eles serão absorvidos através do sistema circulatório.
    Por: http://www.ebah.com.br/a-quimica-e-a-fisica-explicam-nosso-sistema-digestivo-doc-a22229.html

    Essa é uma das principais razões pela qual ácidos e bases não só devem existir no nosso corpo, como também precisam estar em equilíbrio, pois todo o bom funcionamento do aparelho digestório,por exemplo, depende de um ph balanceaDO.
    As várias transformações que ocorrem em nosso organismo só funcionam corretamente se nos cuidarmos de maneira adequada, tendo boa alimentação,para começar.Se isso não ocorre o equilíbrio ácido-básico do organismo se perde e então teremos doenças leves, moderadas ou graves.

    ResponderExcluir
  16. A regulação dos líquidos do organismo compreende a manutenção de concentrações adequadas de água e eletrólitos e a preservação da concentração de íons hidrogênio dentro de uma faixa estreita, adequada ao melhor funcionamento celular.
    A manutenção da quantidade ideal de íons hidrogênio nos líquidos intracelular e extracelular depende de um delicado equilíbrio químico entre os ácidos e as bases existentes no organismo, denominado equilíbrio ácido-base.
    Quando a concentração dos íons hidrogênio se eleva ou se reduz, alteram-se a permeabilidade das membranas e as funções enzimáticas celulares; em consequência, deterioram-se as funções de diversos órgãos e sistemas.
    Os pacientes com disfunção de órgãos frequentemente apresentam alterações no equilíbrio ácido-base. Nos pacientes graves, especialmente os que necessitam de terapia intensiva, aquelas alterações são mais manifestas e, não raro, assumem a primazia do quadro clínico. O diagnóstico e o tratamento dos desvios do equilíbrio ácido-base.
    A frequente determinação dos parâmetros que avaliam o equilíbrio ácido-base do organismo é parte importante da monitorização do paciente grave, em qualquer protocolo de terapia intensiva. Um grande número de doenças ou condições podem ser melhoradas ou curadas,
    determinados procedimentos terapêuticos ou de suporte vital, como a ventilação mecânica e o uso intensivo de diuréticos, podem produzir alterações do equilíbrio ácido-base, o que reforça a necessidade da sua monitorização criteriosa e da detecção precoce das suas alterações.A manutenção do pH dos líquidos orgânicos dos tecidos, dentro da faixa compatível com o funcionamento celular ótimo, exige a regulação da quantidade de ácidos e das bases livres nos compartimentos intra e extracelular. Essa regulação depende da participação de um conjunto de pares de substâncias chamadas sistemas tampão, que existem nos líquidos intracelular e extracelular, principalmente no sangue. Depende também dos pulmões, que eliminam o ácido carbônico produzido pelo metabolismo celular e dos rins que promovem a eliminação de íons hidrogênio e bicarbonato.

    Caren Henrique dos Santos nº09 2ºA

    ResponderExcluir
  17. A manutenção do pH dos líquidos orgânicos dos tecidos,dentro da faixa compatível com o funcionamento celular ótimo exige a regulação da quantidade de ácidos e das bases livres nos compartimentos intra e extracelular .Essa regulação depende da participação de um conjunto de pares de substâncias chamadas sistemas tampão,que existem nos liquidos intracelular,principalmente no sangue.Depende também dos pulmões,que eliminam o ácido carbônico produzido pelo metabolismo celular e dos rins que promovem a eliminação de íons hidrogênio e bicarbonato.2H

    ResponderExcluir
  18. Bom Paulo César, estou com raiva por que acabei de perder uma parte da postagem é agora vou ter de digitar tudo de novo mas já que vou apresentar esse conteúdo em sala, é importante que eu saiba responder a essas perguntas, os principais sais minerais que fazem parte do metabolismo são cálcio, cloro, cobre cromo, flúor, iodo, ferro, magnésio, manganês, molibdênio, fósforo, potássio, selênio, sódio e zinco. Bom e todo mundo sabe que esses sais minerais que são encontrados em vários tipos de alimnetos principalmente, frutas, legumes e verduras são importantes para um funcionamente saudável do nosso organismo, é já que cada um possui uma particularidade em relação aos benefícios ao nosso organismo, a ausência de um dos sais, provoca alterações em nosso metabolismo, um exemplo é o magnésio que tem um papel importante no desenvolvimeto de atividades esportivas, e logo se conclui que o baixo nível deste mineral na circulação está associado à diminuição da capacidade aeróbica. Por isso é que existem aqueles iogurtes para crianças com sua base nutricional quase que totalmente em sais minerais, por que beneficia no desenvolvimento da criança.
    Já se tratando da reação ácido - base, ainda tenho que pesquisar muito sobre o assunto, aquela explicação que você passou sobre esta reação química, é muito boa para responder essa pergunta, só que não entendi muito bem, então ainda vou pesquisar e entrar no blog para revisar sua aula.

    José Luismar 2ºH

    ResponderExcluir
  19. Os principais sais minerais do nosso corpo são:
    (Rsposta para as perguntas 1,2 e 3)
    Ferro: É um componente fundamental da hemoglobina e de algumas enzimas do sistema respiratório. A falta de ferro no corpo humano causa anemia que é a diminuição de hemoglobina na circulação. As principais fontes de ferro são as carnes (porco, frango e peixes), ovos e legumes.
    Cálcio: O cálcio é fundamental para o fortalecimento dos ossos e dentes, para o funcionamento adequado do sistema nervos e imunológico, contração muscular, coagulação sanguínea e pressão arterial a falta desse alimento provoca deformações ósseas e enfraquecimento dos dentes. As principais fontes são os laticínios (leite, iogurte e queijos), peixes ósseos, legumes, brócolis, repolho.
    Fósforo: Junto com o cálcio ele tem um papel importante na produção de energia para o corpo, atua também na formação dos dentes e ossos, é indispensável para o sistema nervoso e para o sistema muscular, também combate o raquitismo junto com outras substância. Ele é altamente venenoso, mas não é tóxico quando ingerido como fosfato, suas principais fontes são carnes, ovos e leite.
    Magnésio: A deficiência de magnésio diminui a resistência e o baixo nível deste mineral na circulação diminui a capacidade aeróbica. Ele pode ser consumido através de legumes, nozes, verduras, alimentos de grãos integrais, frutos do mar.
    Zinco: Diminui a produção de hormônios masculinos e favorece o diabete, também afeta o sistema imunológico aumentando a ocorrência de resfriados. Ela está presente em alimentos ricos em proteína como carnes (frango e peixe).
    Potássio: Sua deficiência causa fraqueza muscular, desorientação e fadiga. Está presente em alimentos frescos como carne, leite, frutas, legumes, batatas
    e alimentos de grãos integrais.
    Sódio: Sua falta causa cãibras e retardamento na cicatrização de feridas. A ingestão elevada de sódio pode causar hipertensão, ele pode ser encontrado no sal, azeite e alimentos processados.
    Flúor: Forma ossos e dentes; previne dilatação das veias, cálculos da vesícula e paralisia. É encontrado no agrião, alho, aveia, brócolis, beterraba, cebola, couve-flor, maçã e trigo integral

    FONTE: http://www.copacabanarunners.net/mineral.html
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anemia
    http://www.faac.unesp.br/pesquisa/nos/bom_apetite/tabelas/sai_min.htm
    (Kamila Lopes da Costa Nº25 2ºB)

    ResponderExcluir
  20. Carla Silva Sousa 11 2°B

    1- Cálcio (Ca) auxilia no metabolismo do osso e dos dentes deixando-os fortes e resistentes, na coagulação sanguínea e o funcionamento do sistema nervoso.
    Fósforo (P) auxilia para uma boa formação óssea e dentáriaé importante para a regularidade do coração e essencial para o funcionamento dos rins.
    Ferro (Fe) além de ser um antioxidante (combatente dos radicais livres, evitando assim, a formação de placas de gorduras nas artérias), o ferro está envolvido em tarefas como transporte de oxigênio para todas as células, transporte de elétrons para a produção de energia e síntese de DNA.
    Sódio (Na) juntamente com o clorito, forma o sal de cozinha e está entre os principais íons do fluído extracelular. Auxilia também na absorção de aminoácido, glicose e água.

    2- A deficiência de sódio é rara. Porém, uma grande retenção líquida ou a constante perda pode levar a baixa concentração de sódio, definida como hiponatremia. Os sintomas da hiponatremia incluem dor-de-cabeça, náusea, vômito, cãibra muscular, fadiga e desorientação.
    A deficiência de cálcio pode levar a osteopenia e osteoporose, na qual os ossos se deterioram e há um aumento no risco de fraturas especialmente nos ossos mais porosos.
    Também sua deficiência pode causar: agitação, unhas quebradiças, propensão à cáries, depressão, hipertensão, insônia, irritabilidade, dormência no corpo e palpitações.
    Quando há deficiência de ferro os depósitos reticuloendoteliais (hemossiderina e ferritina) são totalmente depletados antes que ocorram anemia.Em crianças, a deficiência de ferro é sobremaneira significativa porque causa irritabilidade, má função cognitiva e diminuição no desenvolvimento psicomotor.
    Deficiência de fósforo causa a Hiperfosfatemia: Dor óssea, osteomalácia, pseudofraturas, miopatias,hipoparatiroidismo, resistência à insulina, acidose metabólica, hipocalciúria, delírio, perda de memória, taquicardia.


    3- Fontes de cálcio são:laticínios (leite e derivados, como iogurte e queijo)
    hortaliças da espécie Brassica oleracea (couves): como brócolis, couve-flor, couve, repolho, ...
    verduras verde escuras (com exceção do espinafre, devido ao alto teor de ácido oxálico)
    outros: algas marinhas, gergelim integral, amêndoas, feijões, etc.
    Fontes de Fósforo são:cerca de 60%, vem do leite, carne bovina, aves, peixes e ovos. Outros alimentos ricos em fósforo são: cereais, leguminosas, frutas, chás e café.
    Fontes de Ferro são:Carne vermelha, fígado, coração, rins, moela, peixe, frango, feijão, ervilha, inhame, lentilha, verduras, melado, sementes.
    Fontes de Sódio são:Suco de tomate, Cereal (flocos de milho),Pão integral,Pão francês,Pão de forma,Biscoito de água e sal,Peixe cação, Camarão, Azeitona,Bebidas isotônicas, Leite desnatado, Iogurte desnatado , Água de coco, Queijo cottage, Queijo minas, Queijo ricota

    4- A manutenção do equilíbrio ácido-base é importante para o nosso organismo pois evita a ocorrência de doenças e mal estar como a azia e a má digestão. É importante esse equilibrio do nosso Ph para que assim tenhamos um bom funcionamento do nosso corpo e não sejamos expostos a um desequilíbrio que acarreta sérios problemas.

    ResponderExcluir
  21. Douglas nº13 2ºA
    o equilibrio de acido-base em nosso organismo há um fluxo diário muito intenso de oxigênio, dióxido de carbono e íon hidrogênio por todo o nosso corpo. O metabolismo gera CO2, que se dissolve em H2O para formar o ácido carbônico H2CO3 que, por sua vez, dissocia-se formando o íon hidrogênio H+. Apesar das grandes variações na produção de CO2, durante uma atividade física por exemplo, o pH sanguíneo é praticamente o mesmo; Basicamente, a manutenção do equilíbrio ácido - base envolve os pulmões,que controlam as trocas de dióxido de carbono e oxigênio entre o sangue e a atmosfera externa.

    ResponderExcluir
  22. elisangela pires dos santos4 de junho de 2010 17:17

    o corpo é muito complexo necessitando de varios nutrientes para o seu bom funcionamento a falta de algum destes pode trazer conseguencias graves.
    (respostas das questoes)
    Os minerais são nutrientes com função plástica e reguladora do organismo. É necessário ingerir cálcio e fósforo em quantidades suficientes para a constituição do esqueleto e dos dentes. Outros minerais, como o iodo e o flúor, apesar de serem necessários apenas em pequenas quantidades, previnem o aparecimento de doenças como a cárie dentária e o bócio. Uma alimentação pobre em ferro provoca anemia (falta de glóbulos vermelhos no sangue). O excesso de sódio, provocado pela ingestão exagerada de sal, aumenta o risco de doenças cardiovasculares e é um dos responsáveis pela hipertensão
    podemos encontra-los nos seguintes alimentos:
    Cálcio (Ca) - pode ser encontrado em leite e derivados, couve, espinafre e brócolis.
    Fósforo (P) - é encontrado em carnes, ovos, cereais, etc.
    Potássio (K) – mineral encontrado na banana, melão, batata, ervilha, tomate, frutas cítricas, etc.
    Enxofre (S) – em carnes, peixes, ovos, feijão, repolho, brócolis, cebola, alho, germe de trigo, etc.
    Sódio (Na) – é encontrado no sal de cozinha, algas marinhas, etc.
    Magnésio (Mg) – encontrado em verduras, maçã, figo, nozes, etc.
    Ferro (Fe) – encontrado em carnes em geral, fígado, gema de ovo, aveia, feijão, aspargos, etc.
    Cobre (Cu) – encontrado em fígado, trigo integral, ervilhas, amendoim, nozes, etc.
    Zinco (Zn) – carnes em geral, ovos, peixes, germe de trigo, castanha do Pará, ervilha, etc.
    Selênio (Se) – tomate, milho e outros cereais.
    Cromo (Cr) – carnes, mariscos, cereais, etc.
    Estas substâncias inorgânicas possuem funções muito importantes no corpo e a falta delas pode gerar desequilíbrios na saúde. O alumínio e o boro, estão presente n corpo sem nenhuma fução

    ResponderExcluir
  23. O sistema digestivo é formado por um longo tubo musculoso, ao qual estão associados órgãos e glândulas que paricipam da digestão.Fazem parte do aparelho digestivo a cavidade oral, a boca, a língua, a faringe, as glâdulas salivares, o esôfago, o fígado, o estômago, avesicula biliar, o pancreas, o intestino delgado, o intestino grosso,o reto e o ânus.
    O estômago produz o suco gástrico, um liquido claro e transparente, altamente ácido, que contém ácido cloridrico, muco e várias enzimas, como a pepsina e a lipase.
    Exemplos de ácidos:
    -Acido cítrico:é um ácido orgânico fraco, que se pode encontrar nos citrinos;é usado como produto de limpeza ecológico.
    -Acido clorídrico(citado acima): é vendido no comércio com o nome de ácido muriático;é encontrado no suco gástrico.
    -Acido fluoridrico: tem particularidade de corroer o vidro, devendo ser guardado em frascos de polietileno;é usado para gravar sobre vidro.
    -Acido sulfúrico:é o ácido mais importante na indústria e no laboratório.
    Exemplos de bases:
    -Hidróxido de sódio:é a base mais importante do laboratório e da indústria.
    - Hidroxido de magnésio:é pouco solúvel na água;a suspansão aquosa de Mg(OH)2 é o leite de magnésia, usado como antiácido estomacal.
    -Hidróxido de amônio:é a solução aquosa de gás amônia.
    Os ácidos biliares produzidos pelo fígado atuam diretamente sobre gorduras como detergentes permitindo a ação das enzimas sobre as gorduras transformando-as em moléculas menores de ácidos graxos e colesterol.

    ELOINE DE CARVALHO N°15 "2ºA"

    ResponderExcluir
  24. tatielly lopes 2B
    Os sais minerais desempenham funções vitais em nosso corpo como manter o equilíbrio de fluidos, controlar a contração muscular, carregar oxigênio para a musculatura e regular o metabolismo energético.
    ferro
    calcio
    fósforo
    iodo
    zinco
    potássio
    sódio.

    ResponderExcluir
  25. clessio 2B
    os acidos base agem como controladores do aparelho digestorio,e sao tbm catalizadores naturais do nosso corpo,e tbm é bom a manutençao dos acido-base para nao aparecer doenças,basicamente a manutençao do equilibrio do acido-base envolve os pulmões,que controlam as trocas de dioxido de carbono e de oxigenio,mas o limao e um acido que ajuda no funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo.

    ResponderExcluir
  26. Os principais sais minerais do nosso corpo são: FERRO FLÚOR POTÁSIO SELÊNIO CÁLCIO IODO FÓSFERO ZINCO MAGNÉSIO JEFERSON 2"C" NÚM:20

    ResponderExcluir
  27. Os minerais são nutrientes com função plástica e reguladora do organismo. É necessário ingerir cálcio e fósforo em quantidades suficientes para a constituição do esqueleto e dos dentes. Outros minerais, como o iodo e o flúor, apesar de serem necessários apenas em pequenas quantidades, previnem o aparecimento de doenças como a cárie dentária e o bócio. Uma alimentação pobre em ferro provoca anemia (falta de glóbulos vermelhos no sangue). O excesso de sódio, provocado pela ingestão exagerada de sal, aumenta o risco de doenças cardiovasculares e é um dos responsáveis pela hipertensão.
    Eu achei este site,que contém algumas informações muito interessantes --> http://www.copacabanarunners.net/mineral.html

    Priscila Alves 2°"F"

    ResponderExcluir
  28. a questão e que o líquido interno precisa conservar uma carga ligeiramente positiva, isto é, com o pH ácido. O líquido extracelular, no qual a célula está mergulhada, por outro lado, tem que ser mantido negativamente polarizado, isto é, com o pH ligeiramente alcalino.
    Qualquer diminuição na diferença entre as cargas bioelétricas desses dois líquidos refletir-se-á na desaceleração da pulsação celular. E, células desvitalizadas é um sinônimo de células envelhecidas. O mecanismo mais comum para que isso ocorra é a acidificação dos líquidos extracelulares, que variam rapidamente de acordo com o que acabamos de ingerir. Açúcar e farinha branca, frituras em óleos ranços, alimentos ‘aditivados’ pelo progresso industrial, bebidas gasosas etc., enfim, tudo aquilo que já conhecemos como alimentos de natureza bioestática e biocida, são os grandes protagonistas desse quadro onde as células mortas, igualmente acidificantes, só tendem a acelerar ainda mais o processo do envelhecimento. Pelo tempo que esse ciclo vicioso estiver em vigor, o organismo manter-se-á sob padrões de degenerescência orgânica...

    Bianca Cardoso N°:05 2°A

    ResponderExcluir
  29. Os sais minerais tem como função regular o nosso organismo através de substâncias ingeridas.Existem vários tipos de minerais com reações diferentes nosso corpo ,porém os mais digamos necessários para que haja um bom funcionamento em nosso organismo são:cálcio,fósforo,magnésio,zinco,potássio,sódio,flúOr e outros minerais.
    Cuja a função de cada um desse acima citados é:
    CÁLCIO--->fortalecimento de ossos e dentes(sua maior fonte são os laticínios).
    FÓSFORO--->atua na produção de energia juntamente com o cálcio.(principais fontes são carnes,frangos,porco e etc).
    MAGNÉSIO--->ajuda na contração muscular e metabolismo energético.(principais fontes legumes e nozes)
    ZINCO--->atua no controle cerebral dos músculos(encontra-se em alimentos ricos em proteínas como carnes ,frango e peixe).
    POTÁSSIO--->importante para a transmissão nervosa, contração muscular e equilíbrio de fluidos no organismo.( principais fontes carnes ,leite e frutas)
    SÓDIO--->tem a mesma função que o potássio porém suas fontes principais são o azeite e o sal.
    FLÚOR--->Previne dilatação das veias, cálculos da vesícula e paralisia.

    ALUNA:Genésia Regina Nº:13
    SERIE/TURMA: 2ªD

    ResponderExcluir
  30. 1, Cálcio formação dos ossos e dos dentes.
    Ferro- auxilia absorção do oxigenio no sangue
    Sódio-Auxilia o bom funcionamento dos musculos e dos nervos
    Iodo- ajuda no crescimento

    Robson Aparecido nº:38
    2ºc

    ResponderExcluir
  31. Clessio 2B
    os ácidos base agem como controladores do aparelho digestorio,e são também catalisadores naturais do nosso corpo,e também é bom a manutenção dos acido-base para não aparecer doenças,basicamente a manutenção do equilíbrio do acido-base envolve os pulmões,que controlam as trocas de dióxido de carbono e de oxigênio,mas o limão e um acido que ajuda no funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo.O acido-base atacam os alimentos, para serem reagidos, ocorrendo a diminuição do seu tamanho.Deste modo, eles serão absorvidos através do sistema circulatório.O desenvolvimento da consciência e da “auto-gestão” do equilíbrio ácido-base é a solução para inúmeros problemas de saúde. É importante esse equilibrio do nosso Ph para que assim tenhamos um bom funcionamento do nosso corpo e não sejamos expostos a um desequilíbrio que acarreta sérios problemas. Por isso devemos manter o equilíbrio do acido-base se não gera problemas .O organismo utiliza três mecanismos para controlar o equilíbrio ácido-base do sangue. Em primeiro lugar, o excesso de ácido é excretado pelos rins,em segundo lugar, o corpo utiliza soluções tampão1 do sangue para se defender contra alterações súbitas da acidez.O terceiro mecanismo de controlo do pH do sangue envolve a excreção do dióxido de carbono.

    ResponderExcluir
  32. Os sais minerais são de grande importancia para o funcionamento do nosso corpo,com função reguladora,são encontrados nos alimentos.Por isso uma alimentção rica nesses sais nos garante um bom funcionamento do nosso organismo!

    RAIZA BRENDA 2'F'

    ResponderExcluir